A história as vuvuzelas, tem uma razão de ser. Já estamos fartos de ouvir o som grave, o que é grave também pode causar surdez, mas por outro lado, facilita e dá o seu jeito de uso, ou seja, muito dificilmente um jogador será expulso por palavras, na Áfirca do Sul. Oa àrbitos não houvem insultos nem que o Placido Domingo lhos grite aos ouvidos. Talvez não seja mau passar a avaliar oa países candidatos à organização do torneio, tendo em conta o seu instrumento nacional. É tão raro haver uma notícia, um cometário, um análise, um especial de 4 horas e meia sobre o Mundial que, quem não estiver com atenção, perde a maior parte das informações. Rezem para que não ganhe moda no Parlamento, sofrerá um abaixa de poder de compra nos jornais principalmente o SOL, onde semanalmente oferece à pequenada um DVD de desenhos animados, e se registou uma dose de publicação sobre as escutas telefónicas. Já viram o que era os politicos e afins assíduos nos debates parlamentais a usarem da vuvuzela? Era um espectáculo na lista do Livro do Recordes para o GUINESS!
A surda dos mesmos com 7-0 ( lindo pah!): Tânia Sousa C.
tags:
publicado por jhogoza às 08:29